O Profeta Elias, num tempo em que a nação de Israel estava dividida em duas nações, dois reinos, chamou todo o povo de Israel a um lugar alto, O Monte Carmel, e lá propôs um desafio para toda a nação: 

O Deus que responder com Fogo, este é o Verdadeiro Deus e a Ele deveremos servir!

Elias, levantou um Altar com doze pedras, cada uma delas representando as doze tribos de Israel, que naqueles dias estavam separados. Os Profetas de Deus, não olham segundo as coisas que ocorrem neste mundo, mas, o padrão deles é o Céu, e o Trono do Nosso Deus que não pode ser abalado. 

Diante de Deus, Israel não estava dividida!

Elias sobre estas doze pedras, colocou lenha, fez o sacrifício de um animal, cavou uma vala em torno deste altar, tão profundo que era possível semear duas medidas de sementes. 

Elias ordenou que doze cântaros cheios d'água, fossem derramados sobre aquele altar. Naqueles dias Israel estava experimentando uma seca de mais de 3 anos, pela palavra da boca do próprio profeta Elias. Um cântaro de água, por cada uma daquelas doze pedras, por cada uma daquelas doze tribos... Elias entregou a Deus, com fé, o mais precioso que possuia, a fé mais firme dentro de seu coração, sem reservas, Elias deu ao Nosso Deus e então clamou pedindo que dos Céus, o Nosso Deus lhe respondesse com fogo, e a resposta foi tão poderosa que o Fogo, bebeu toda a água e consumiu o sacrifício, a madeira e até as pedras. Tudo foi consumido, tudo foi recebido. O Deus a quem servimos é o verdadeiro Deus! SÓ O ETERNO É DEUS! Toda nação de Israel reconheceu esta verdade!

40 dias depois que Jesus ressuscitou, O Nosso Rei voltou aos Céus, depois de ter dado uma ordem a seus discípulos, que não se ausentassem de Jerusalem, até que do Alto, fossem revestidos de Poder. Cerca de 120 pessoas que ouviram aquela palavra de Jesus, obedeceram e permaneceram unânimes em orações e em comunhão, durante 10 dias. 

Naquele período semelhantemente ao que Elias fez, o Apóstolo Pedro tomou a iniciativa de restaurar o Grupo Apostólico que estava ferido, depois do suicídio de Judas. Pois buscando a Deus, a direção do Senhor recaiu sobre Matias e então, assim como Elias juntou doze pedras, Pedro tinha Doze Pedras Vivas. Elias tinha a madeira para o Holocausto e Pedro tinha a Cruz do Calvário; Elias tinha o sacrifício de um animal, Pedro tinha O Sacrifício de Jesus, o Cordeiro de Deus que tira o Pecado do Mundo. Elias entregou doze cântaros de água, durante dez dias aquelas 120 pessoas deram adoração, oração e comunhão ininterruptas ao Nosso Pai, e se Deus respondeu a Elias com fogo, muito mais respondeu naqueles dias dos primeiros Apóstolos, e o Fogo que caiu sobre todos ainda está ardendo na Igreja de Cristo!

Há muito mais de Deus para nós, mas, precisamos voltar a caminhar nas Veredas Antigas!

Neste Shavuot de 2019, convidamos ministros de Adoração, ministros de Intercessão, adoradores, intercessores, pastores, profetas, apóstolos, mestres, evangelistas, crianças, anciãos, casais, jovenzinhos, homens e mulheres, vamos todos nos juntar Diante do Trono do Nosso Deus e vamos clamar por FOGO SOBRE A IGREJA DE CRISTO EM NOSSA NAÇÃO E EM NOSSA GERAÇÃO!!!
 

#SHAVUOTPENTECOSTES2019EUVOU!!!